Consórcio São Lourenço precisa resolver represamento de água

Publicado em 06/02/2018

Tamanho da fonte:

A Vila Gustavo Correa, em Carapicuíba, onde se iniciou o projeto de travessia da adutora do consórcio São Lourenço sofreu por vários meses com a obra na Rua Laerte Cearense.

Ocorre que após o término da obra, o consórcio recapeou a rua com asfalto novo, porém em frente à Escola Estadual José  Mattos de Aguiar ficou uma enorme bacia represando água de chuva na porta da escola e em frente a várias residências.

Os moradores do local junto com a direção da escola procuraram o Sintaema para ajudar na solução deste problema. No dia 23 de janeiro o Sintaema foi recebido pelos engenheiros responsáveis pelo consórcio na Sabesp da Costa Carvalho para tratar do assunto, ocasião em que os representantes da Sabesp responsáveis pela obra comprometeram-se a visitar o local e buscar uma solução para o problema.

No último dia 31, o Sintaema, os engenheiros da Sabesp e moradores vistoriaram o local e tiraram o seguinte encaminhamento: será levada uma equipe de topografia ao local para estudar uma solução para o escoamento das águas das chuvas. Vamos aguardar esta visita e continuaremos acompanhando o caso junto com a população.

Estamos juntos!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo