Juvetude

Publicado em 30/10/2013 00:00

Tamanho da fonte:

TESE DA JUVENTUDE

1-A POPULAÇÃO ENTRE 15 A 35 ANOS REPRESENTA HOJE CERCA DE 2/3 DA POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA, NUM MOMENTO DE BAIXO DESEMPREGO E LUTA POR DESENVOLVIMENTO COM VALORIZAÇAO DO TRABALHO. NO ENTANTO, OS INDICADORES RELACIONADOS AOS JOVENS SÃO PREOCUPANTES, EM ESPECIAL ENTRE OS CERCA DE 50 MILHOES DE BRASILEIROS (AS) ENTRE 16 E 29 ANOS. SEGUNDO O DIEESE, A TAXA DE DESOCUPAÇAO DA JUVENTUDE ENTRE 16 E 29 ERA DE 14,5% EM 2009. TAMBÉM NESSE ANO SE VERIFICOU QUE A MAIORIA DA JUVENTUDE TRABALHA OU PROCURA EMPREGO: 55,2%. APENAS 17,9% ESTUDAM E TRABALHAM (OU PROCURA), E 13,5% APENAS ESTUDAM.
EM 2009, 66,4% GANHAVAM ATÉ dois SALÁRIOS MÍNIMOS, E 37,4% NÃO TINHAM CARTEIRA ASSINADA. SEGUNDO O MEC, 29% DOS ESTUDANTES DO 1º AO 9º ANO ESTUDAM E TRABALHAM, SENDO QUE METADE SEM CARTEIRA DE TRABALHO, E 71% DESTES GANHANDO MENOS DE UM SALÁRIO MÍNIMO. AINDA DE ACORDO COM A MESMA PESQUISA, 20% NÃO ESTUDAM E NEM TRABALHAM, PERCEPÇÃO TAMBÉM DO IPEA, QUE REGISTROU EM 2010 UM AUMENTO DE 8,12 MILHOES PARA 8,83 MILHOES DE JOVENS QUE NÃO ESTUDAM NEM TRABALHAM NA POPULAÇÃO ENTRE 15 E 29 ANOS, EM RELAÇÃO AO ANO 2000.

2-E A GERAÇÃO PÓS-QUEDA DO MURO DE BERLIM, QUE DOMINA AS NOVAS TECNOLOGIAS, ACESSA UMA QUANTIDADE DE INFOMARÇÕES NUNCA VISTAS, MAS FOI CRIADA SOB-BOMBARDEIO IDEOLÓGICO NEOLIBERAL, EM SUA PREGAÇÃO CONTRA A ESQUERDA, O SOCIALISMO, A POLÍTICA, O COLETIVO, OS PARTIDOS E OS SINDICATOS. ESTA GERAÇÃO É FORTEMENTE DISPUTADA PELA IMPRENSA GOLPISTA, PELA RELIGIÕESS FUNDAMENTALISTAS CONSERVADORAS, POR MOVIMENTOS PÓS-MODERNOS E MUITAS VEZES O FINACIAMENTO E IDEOLOGIAS DANINHAS, COMO O ECOIPERALISMO(ingerência de países ricos e ativistas destes países sobre decisões ambientais de países em desenvolvimento, sob alegação de estarem defendendo o planeta, mas muitas vezes prejudicam populações pobres que precisam minimamente de infraestrutura) E A NEGAÇÃO DO BRASIL.

3-SÃO FORTES BARREIRAS À CONSCIÊNCIA DE CLASSE E PODEM LEVAR A DERROTA DOS TRABALHADORES E SINDICALISMO CLASSISTA. NESTE CONTEXTO, COM O MOVIMENTO SINDICAL CLASSISTA DIALOGA COM ESSA PARCELA DA CLASSE? COMO INCORPORA SUAS BANDEIRAS E MÉTODO DE COMUNICAÇÃO E LUTA? COMO ATRAIR PARA SUAS FILEIRAS AS LIDERANÇAS QUE PODEM SE DIRIGIR A ESSA MASSA DE TRABALHADORES. COMO INCOPORAMOS AS DIREÇÕES, A IMPRENSA, AS POLÍTICAS ESPORTIVAS E CULTURAIS PARA A JUVENTUDE TRABALHADORA? QUAL O PAPEL DESTA GERAÇÃO PARA O SINTAEMA DISPUTAR A HEGEMONIA ENTRE OS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO?

4-Frente a isso, o Sintaema contribuirá nas lutas por:
-A educação pública e de qualidade para os jovens em todos os níveis, inclusive para os jovens que estão com a formação escolar atrasada, como o EJA (Educação de Jovens e adultos);
-Universidade pública e democrática
-Jornada de trabalho reduzida de 6 horas para que os jovens possam ter mais tempo dedicados aos estudos, à cultura e ao lazer;
-Integrar os jovens da categoria com o sindicato em atividades de formação proposta pela entidade ou pela central;
-Inserir os jovens nas lutas sociais (movimentos como o GLBT, moradia, educação, contra o PL 4330, em defesa do meio ambiente, contra a violência policial e qualquer forma de racismo e preconceito)

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo