Cobranças indevidas

Publicado em 01/10/2012 00:00

Tamanho da fonte:

O Departamento (RH) da CETESB encaminhou notificações para alguns funcionários para que estes devolvam valores pagos supostamente de forma indevida, correspondente a evolução por competência do Plano de Carreira em 2009/2010, concernente ao equivocado enquadramento   quando da implantação do Plano de Carreira.

Ao sermos acionados pelo CRF imediatamente conversamos com o Gerente do RH, que nos informou que a cobrança se fundamenta em um parecer do jurídico da CETESB, e que as cobranças estão sendo realizadas sem caráter de imposição aos funcionários, inclusive com parcelamento dos valores supostamente pagos indevidamente.

Ocorre que o SINTAEMA discorda das cobranças realizadas a estes funcionários, uma vez que não se pode penalizar aqueles que não tiveram culpa alguma com as lambanças efetuadas quando da  implantação do Plano de Carreira. E se existe algum responsável  nessa história toda, com certeza não é o funcionário cetesbiano!

A CETESB busca penalizar seus funcionários com tais cobranças que, em nossa opinião, são totalmente descabidas. Além de os funcionários estarem sendo obrigados pela CETESB a devolver  valores que não deram causa, ainda são penalizados por ficar de
fora da evolução do Plano de Carreira, erro este causado pela própria CETESB.

Assim, discordamos veementemente de tais atitudes adotadas pela empresa, e sugerimos aos funcionários envolvidos nessa situação que procurem os sindicatos que os representam para que possam tomar as medidas pertinentes que o caso requer.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo