Trabalhadores da Sabesp indicam greve a partir do dia 2 de junho

Publicado em 20/05/2015 20:57

Tamanho da fonte:

Em três rodadas de negociação a empresa apresentou proposta inaceitável, com retrocesso na garantia no emprego e índice aquém do reivindicado.

votação_20-05-2015

Reunidos em assembleia na noite de hoje (20), trabalhadores da Sabesp aprovaram manutenção do estado de greve, indicativo de greve por tempo indeterminado a partir do dia 2 de junho, protestos nas áreas e uma nova assembleia para avaliar o quadro no dia 1º de junho.

As negociações em torno da campanha salarial não avançaram dentro das expectativas, uma vez que a proposta da Sabesp é de 7,21% de reajuste (IPC-FIPE) com repasse aos benefícios, manutenção de cláusulas existentes e garantia no emprego a 95% do efetivo.

mesa_20-05-2015

“Esta proposta é inaceitável, o Sintaema pleiteia 100% de garantia no emprego, portanto retroceder é inadmissível”, disse o presidente Rene Vicente.

“Em que pese a falta de água e problemas decorrentes disso, são os trabalhadores que estão ajudando a empresa neste momento de crise, portanto eles devem ser valorizados e ter seus anseios atendidos”, acrescentou o presidente.

“Reivindicamos o reajuste pelo Dieese, a cesta básica e o vale-refeição estão defasados, ou seja, se a empresa não apresentar uma proposta à altura do que pleiteamos vamos à greve”, concluiu.

categoria presente_20-05-2015

Outro ponto imprescindível é a inclusão dos trabalhadores da Sabesp de Diadema (ex-Saned) no acordo coletivo.

Ato no dia 29

Durante a assembleia, o Sintaema convocou os trabalhadores para participar do Dia Nacional de Lutas – 29 de maio. Divulgaremos o local dos protestos que o Sintaema promoverá.

Juntos na luta!

Veja abaixo o álbum de fotos da assembleia:

 

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo