Sintaema se reúne com a Sabesp e discute a situação do NETA e da PPR na Sabesp

Publicado em 11/08/2022 17:22

Tamanho da fonte:

Na manhã desta quinta (11), a direção do Sintaema se reuniu com o superintendente de Gestão de Pessoas da Sabesp, Nilton João dos Santos; a coordenadora de Relações Trabalhistas, Cristina Russo; e a coordenadora do projeto Net@, Samanta Souza; para discutir as ações do NET@ Suite e o balanço do Programa de Participação nos Resultados (PPR) na Sabesp até o momento.

Na ocasião, a direção do Sintaema cobrou informações sobre o andamento da situação do NET@ e quais soluções foram aplicadas para sanar as denúncias de problemas do NET@, que acarretaram no adoecimento de diversos  trabalhadores.

A Sabesp fez um relato minucioso de tudo que tem sido feito, após a cobrança do Sindicato. Dentre os pontos destacados pelo CH estão as reduções de notificações na Ouvidoria e a melhora considerável no serviço de parcelamento. Segundo eles, agora o sistema está muito mais rápido, o que acelera o processo de atendimento.

Segundo a Sabesp, por dia são mais de quatro mil acessos ao sistema e uma das soluções aplicadas para melhorar experiência da população e garantir melhoria da qualidade de vida do trabalhador foi a modernização do sistema incluindo a divisão dos acessos, desafogando o sistema. “Há ainda relatos de problemas com o sistema, mas constatamos que houve muitos avanços a partir das cobranças que apresentamos”, atestou a direção do Sintaema.

Ao ser questionada sobre os prazos de execução para a melhora efetiva do sistema, a coordenadora do projeto Net@, Samanta Souza, informou que “as melhorias estão sendo aplicadas a cada semana e que a expectativa é que, até o dia 15 de dezembro, o programa esteja em pleno funcionamento”.

A direção do Sintaema lembra que, desde o início da implantação do NET@, o Sindicato tem denunciado que os trabalhadores e trabalhadoras não conseguem trabalhar pois o sistema é lento e possuía muitas falhas.

Segundo informação da empresa, no final de agosto serão feitas algumas mudanças, que que foram propostas pelos trabalhadores que usam o sistema, e a previsão é que o sistema fique mais rápido e mais eficaz. “A Sabesp relatou que foram criados vários grupos e várias frentes para tentar corrigir os problemas que o sistema apresentava e o Sintaema espera que realmente melhore as condições de trabalho com essas alterações. Os trabalhadores que até adoeceram e literalmente perderam o sono com tantos problemas do Net@ aguardam essas mudanças para que possam obter uma condição de trabalho melhor”, destacou a direção.

Na oportunidade, a Sabesp também apresentou resumo do trabalho realizado em parceria com o SESI para reforçar os investimentos em ações garantam a saúde mental da categoria. Para fortalecer a iniciativa, o Sintaema propôs a implementação de ginástica laboral nas unidades da Sabesp e o CH indicou que irá buscar uma parceria com o SESI para garantir mais esse benefício para a categoria.

PPR

Ao final da reunião, o CH apresentou breve resumo do acompanhamento das metas do PPR do 1º trimestre deste ano e informou que o relatório do segundo trimestre será divulgado nesta sexta (12). “A empresa avalia que há um bom desempenho e indicou que os números de hoje mostram que a categoria irá cumprir as metas previstas para esse ano”, resumiu a direção do Sintaema.

Neste ponto, o Sintaema voltou a criticar a terceirização e reiterou sua cobrança de fiscalização das empreiteiras que hoje prestam serviço à Sabesp.

Leia também – Mais uma denúncia de precarização do serviço terceirizado na Sabesp

“Recebemos diversas denúncias no Sindicato destas empresas que, além de precarizar o trabalhador e a trabalhadora, oferta um serviço para a população muito longe da qualidade do que é oferecido pela Sabesp”, referendou o Sintaema ao reiterar cobrança para a realização de concursos públicos.

Combate ao machismo

William Ramalho, do Departamento de Desenvolvimento Social e Humano, apresentou um resumo das pesquisas aplicadas na Sabesp, que têm como meta construir uma empresa mais inclusiva, combater o machismo e o racismo estrutural e garantir mais equidade no interior da Sabesp. “Uma iniciativa interessante, que nos trouxe dados importantes para fundamentar a luta do Sindicato”, ressaltou a direção.

O Sindicato seguirá acompanhando todas essas pautas e lutando para que os direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras sejam atendidos.

Sintaema, unidade e muita luta!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo