Sabesp – Se cortar, vamos parar!

Publicado em 21/02/2020

Tamanho da fonte:

E segue com garra e união o movimento dos trabalhadores da Sabesp pelos adicionais de insalubridade e periculosidade. O sindicato defende que o trabalhador não corra riscos, porém, enquanto houver, os adicionais têm que continuar.

Paraguaçu Paulista

O Sintaema continuará percorrendo as áreas e conscientizando o trabalhador dos seus direitos.

A luta continua!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo