E avança a nefasta reforma da previdência no Senado

Publicado em 28/08/2019 13:00

Tamanho da fonte:

Foi entregue ontem (27) ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o relatório para a PEC 6/2019, da reforma da previdência.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Houve mudanças, mas a triste realidade de desmonte e inviabilização da maioria das aposentadorias permanece.

De acordo com avaliação do Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), as principais mudanças são novas fontes de arrecadação e a inclusão dos estados e municípios na reforma por uma PEC paralela.

A leitura poderá ser feita ainda hoje na Comissão de Constituição e Justiça,e a votação nesta comissão, segundo as expectativas do governo, é que ocorra em 4 de setembro próximo, com previsão da conclusão de todo o trâmite até o meio de outubro.

O relatório apresentado ainda propõe a supressão de dispositivos, como o que constitucionalizava a linha de pobreza do BPC, e o que elevava a regra de pontos para aposentadoria especial dos expostos a agentes nocivos.

Portanto, companheiros e companheiras, vamos seguir firmes e juntos nesta luta que deverá ser intensificada.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo