16 de outubro – Dia Mundial da Alimentação

Publicado em 16/10/2021 09:00

Tamanho da fonte:

Não há o que comemorar!

A carestia, que é a escassez de alimentos e o aumento do custo de vida, está novamente presente na vida da população e nos leva a uma reflexão ao Dia Mundial da Alimentação, a ser comemorado em 16 de outubro.

Escolhida em 1945 para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), nessa data não há o que comemorar porque hoje, somente no Brasil, temos quase 15 milhões de desempregados (dados do Pnad – Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios divulgados pelo IBGE em agosto de 2021) e o país voltou a fazer parte do Mapa da Fome.

“O Brasil, que vive sob permanente ameaça contra a democracia, enfrenta também um profundo retrocesso civilizacional e um dos maiores processos de desmonte econômico e produtivo, cujos reflexos recaem principalmente sobre a parcela mais pobre da população. É esse Brasil sofrido que vai se conscientizando que com Bolsonaro não tem saída”, declarou Vanessa Grazziotin ,ex-senadora da República e membro do Comitê Central do PCdoB, em texto publicado pelojornal Brasil de Fato.
Estamos presenciando um aumento expressivo da desigualdade social e pessoas que antes tinham um lar agora vivem nas ruas. E o pior, não há vislumbre de uma perspectiva de melhora.
É certo também que a pandemia ceifou milhares de vidas de pais e mães de família que levavam sustendo para os seus lares, além do fechamento de comércios e empresas, porém, é urgente que se tenham políticas sociais para poder lutar contra essa carestia.
Por isso, no dia 16 de outubro não há o que comemorar, mas sim lutar para reverter essa situação precária e humilhante na qual os cidadãos menos favorecidos estão sujeitos e cobrar do governo ações para esse combate.
Não à carestia!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo