Esclarecimento aos Trabalhadores do Interior afetados pelos Novos Turnos de Trabalho implantados pela Empresa.

Publicado em 05/01/2021

Tamanho da fonte:

Ante o descontentamento de todos os trabalhadores do interior quanto aos turnos implantados pela Sabesp para diminuir os riscos frente às contaminações do Covid-19, o Sintaema através de seu Presidente, José Antônio Faggian, chamou uma reunião com a Direção da Empresa no dia de hoje (05/01/2021) às 14:00 horas.

Da Entidade Sintaema, participaram da reunião diversos Diretores do Interior do Estado, e pelo lado da Empresa, o senhor Mario E. Palopoli Filho do Departamento Administrativo e Financeiro de Sistemas Regionais e a senhora Ana Cristina Russo, Coordenadora do Departamento de Serviço de Gestão de Pessoas. Também foi convidado o Senhor Jair Álvaro da Silva, Presidente do Sintius, visto estes novos horários de trabalhos operacionais, terem também se estendido à área sob sua responsabilidade, quais sejam o Litoral e o Vale da Ribeira no Interior.

O Sintaema reconhece o caráter de prevenção quanto aos riscos da Pandemia que assolam o mundo e que deixam os trabalhadores expostos e susceptíveis a serem contaminados. Porém igualmente reconhecem os malefícios de turnos prolongados que podem se estender até a noite. Neste sentido a reunião foi para pleitear, ainda que reconhecendo a necessidade do distanciamento social e a diminuição de aglomerações de pessoais, turnos menos drásticos ao cotidiano dos trabalhadores. Desta forma, foi feito o pedido para que a empresa reveja os turnos implantados, considerados extemporâneos pelos trabalhadores e que aplique apenas dois turnos mais condizentes à realidade do Interior e do Litoral.

O pedido é para que se elimine o terceiro turno que se estendia até a noite, reduzindo para apenas dois turnos e que estes se iniciem pela manhã, sendo com intervalos de uma hora e meia a duas horas entre tais, e que o primeiro turno se inicie as seis e meia da manhã. Assim, o outro turno se iniciaria as oito ou oito e meia da manhã.

A Empresa se prontificou em avaliar tais considerações dos sindicatos e pediu prazo para avaliação até o dia 12/01/2021, data em que dará a resposta ao Sintaema. Estamos no aguardo para poder posicionar os trabalhadores.

Sintaema

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo