A admirável profissão dos guarda-parques

Publicado em 04/07/2019

Tamanho da fonte:

Os guarda-parques exercem um trabalho muito digno na defesa da fauna e flora dos parques estaduais, muitas vezes enfrentando caçadores e a extração ilegal de palmito. Esses companheiros merecem toda admiração e valorização. Conheça um pouco a historia de um deles.

João Ivomar De Araújo

Apelido: Ivo.

Data de nascimento: 08/02/1978

Onde você trabalha ou trabalhou como Guarda- Parque?
Parque Estadual de Ilhabela

Desde quando você é Guarda-Parque?
2011

Por que você escolheu ser Guarda- Parque?
Para ajudar a conservação do Meio Ambiente.

Das tarefas de um Guarda- parque, quais são as suas preferidas?
Fiscalização, Educação ambiental (atendimento de visitantes), Acompanhamento de pesquisas, Serviços de manutenção – trilhas, Combate a incêndios florestais, Serviços administrativos, Resgate e primeiros socorros

Quais os três aspectos mais positivos da profissão?
Adquirir conhecimentos, preservar, interação com comunidades tradicionais.
Trabalhar numa unidade de conservação de proteção integral, poder fazer trilhas, e estar em contato com a natureza

E, na sua opinião, quais os principais pontos negativos?
Não ter reconhecimento, profissão não regularizada, sucateamento da Secretaria do meio ambiente.

Qual foi a missão mais marcante e recompensadora que você já realizou?
Fiscalização para combater caça, andamos 11  horas na mata e encontramos ranchos e destruímos.

Você se lembra de alguma situação engraçada/ inusitada que vivenciou atuando como Guarda- parque? 

Já fui confundido com funcionário do trânsito por várias vezes. rsrs.. E os vários escorregões dos pesquisadores na mata depois de uma chuva.

E a situação mais perigosa que já vivenciou exercendo sua função?
Ouvi tiros em minha direção de caçadores na mata.

Para finalizar, nas suas palavras, qual é a importância dos Guarda-parques para as áreas protegidas?
O profissional Guarda-parque é de grande importância para preservar as UCs através das fiscalizações e monitoramentos em áreas de caça e pressão urbana, com invasões de grileiros na UC.

Você conhece algum guarda-parque que morreu em serviço?
Não conheço.

Deixe aqui seu recado e mensagem de seu interesse!
Precisamos de reconhecimento, valorização em todos os sentidos.

Fonte: Guarda-Parque: Histórias das nossas matas

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo