Trabalhadores aprovam proposta de escala 4x2x4

Publicado em 20/12/2012 00:00

Tamanho da fonte:

Desde que a Sabesp aceite as mudanças reivindicadas pelos trabalhadores na proposta original feita pela empresa

Depois de várias reuniões entre o Sintaema e a Sabesp, a empresa avançou na proposta, chegando a um patamar que garante a escala 4ex2x4, que é benéfica para os trabalhadores e resgata o adicional de turno.
Os trabalhadores reivindicaram duas importantes mudanças na proposta original da empresa, e somente a aprovaram mediante a aceitação das mesmas por parte da Sabesp. Veja como ficou a aprovada na assembleia do dia 11:
• Padronização para toda a empresa da escala 4x2x4;
• Adicional de turno de 15% do salário-base, a partir de janeiro/2013 para quem atuar na escala 4x2x4;
• Compensação salarial de 50% de cinco anos do apurado, pagas em 12 parcelas iguais e mensais (na proposta da empresa são 18 parcelas), a partir de janeiro de 2013, sendo:
– Período apurado efetivamente trabalhado em escala de revezamento de dezembro de 2007 até novembro de 2012;
– Calculado individualmente, proporcional ao realizado, com base no salário da data da homologação do acordo (a Sabesp quer que seja sobre o salário de outubro de 2012);
– Empregados que atuam no modelo 4x2x4 – Máximo de 18 dias/mês, duas horas extras diárias, ou seja, 36 horas mensais divididas em 24 diurnas e 12 noturnas;
– Empregados da Unidade de Negócio MO que atuam na escala diferenciada modelo 6×1 – 3×2 as duas horas extras realizadas diariamente para complementar a escala serão integralizadas ao salário e não farão jus a compensação salarial;
– Aos empregados com ação judicial somente serão aplicadas as propostas após acordo judicial, com exceção daqueles com trânsito em julgado, que receberão somente o determinado pela justiça.

Trabalhadores só aceitaram mediante avanços na proposta
Vale ressaltar que a proposta somente foi aprovada mediante as mudanças solicitadas. Se a Sabesp não aceitar, não assinaremos nada! Até o momento a empresa não se posicionou, mas o Sintaema está cobrando uma resposta.
Ou seja, a Sabesp apresentou na proposta o pagamento da compensação salarial em 18 parcelas, além do cálculo com base no salário de outubro de 2012, mas os trabalhadores somente aprovaram mediante a diminuição das parcelas para 12 vezes, e o cálculo com base no salário da data da homologação do acordo. É assim que se luta! Senão, vamos voltar à estaca zero!

Atenção, trabalhadores que estão na ação de 2005!
A assembleia contou com a assessoria do advogado do sindicato, Dr. Ricardo Gebrim, que explicou que a ação transitada em julgada é inegociável, ou seja, a proposta apresentada pela Sabesp em nada muda a ação em questão, não é objeto da proposta.
Vale lembrar que a Sabesp já depositou os valores, porém está prorrogando o pagamento com embargos à execução (provavelmente será julgado ano que vem), e ainda pode ingressar com agravo de petição em instância superior (a Sabesp terá de dizer qual parte do cálculo ela acha que não está correta), e neste caso, o julgamento pode demorar um pouco mais.

Contribuição
Para contribuir com as próximas lutas, que podem resultar em novas ações judiciais, os trabalhadores aprovaram o desconto de 5% para sócios e 10% para não sócios do pagamento da proposta aprovada na assembleia.
Juntos na luta, sempre!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo