Sintaema cobra pendências

Publicado em 19/11/2007 00:00

Tamanho da fonte:

Nos dias 17 de setembro e 25 de outubro o Sintaema e demais entidades se reuniram com a diretoria de Assuntos Corporativos da Cetesb para discutir pendências da campanha salarial, conforme estabelecido no acordo coletivo 2007/2008, e na ocasião foram abordados e definidos os seguintes assuntos: • Plano de Carreira: Ainda está no Codec para análise técnica, e será implantado assim que tiver o aval, no entanto mantém a proposta de implantação até o final do ano; • Uniformes: a Cetesb já está realizando estudos para elaboração de Norma Administrativa, com a participação das entidades; • Calendário de compensação: já está implantada desde 1º de outubro, mantendo a liberação de praxe de 4 horas para os dias 24 e 31 de dezembro. As horas trabalhadas nas pontes serão pagas como horas extras, sendo as duas primeiras horas na base de 50% e as demais 100%; • Políticas de ações afirmativas: já está implantada, em cumprimento ao acordo coletivo; • Participação nos Resultados: um grupo de trabalho foi formado e já realizaram 4 reuniões; • Plano de Assistência Médico-Hospitalar: uma comissão foi criada e se reuniu em 17 de outubro, ocasião em que foi feito um panorama da situação, as dificuldades e necessidades. As entidades levarão informações para avaliação e discussão de propostas; • Convênio Farmácia: a Cetesb apresentou o Sistema Garante Med para o Programa de Benefícios em Medicamentos. O produto apresentado cobra uma mensalidade de aproximadamente R$ 20,00 descontados em folha de pagamento. O Sistema será apresentado às entidades; • Desjejum para as agências ambientais: Constatou-se pela empresa a preferência por máquinas de café, e o assunto já está em estudo e o Sintaema consultará a base para confirmar ou não essa preferência; -Férias: quanto à definição da quantidade de empregados que podem usufruir férias em dezembro, janeiro, fevereiro e julho, a Cetesb encaminhou proposta à RD para aumentar a porcentagem dos atuais 20% para 35%; • Convênio livraria/papelaria: o resultado dos estudos indicou que apenas 4% dos trabalhadores seriam beneficiados, além de sido informado pela direção da Cetesb que há restrições por parte do Codec; • Seguro de vida: a Cetesb informou que não é possível a inclusão dos aposentados na apólice, pois o custo é inviável, e está proibida a ampliação dos benefícios, a pedido do Sintaema esse assunto será abordado novamente com a presença da AAPP e na ocasião será apresentada pela Cetesb a planilha de custos; • Cálculo da gratificação de férias: a empresa vai manter o cálculo atual porque entende que é o correto; • Assistência Jurídica aos motoristas: Foi criada uma comissão com representantes dos sindicatos; As reuniões foram produtivas, e, embora alguns itens não terem sido contemplados, houve avanços consideráveis em relação às solicitações no geral. O Sintaema continuará empenhando para pleitear melhorias nas condições de trabalho e ampliação de benefícios.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo