Retaliação: Metrô demite dirigentes sindicais

Publicado em 07/05/2007 00:00

Tamanho da fonte:

Numa atitude completamente autoritária, o Metrô demitiu no dia 24 de abril dois diretores do Sindicato dos Metroviários e afastou outros três, devido a paralisação dos companheiros na manhã do dia 23 contra a Emenda 3. As demissões causaram indignação na classe trabalhadora, e muitos vêm o episódio como uma verdadeira retaliação à luta dos companheiros contra a emenda, que, em suma, é um retrocesso aos direitos trabalhistas. Representando a CUT, o Sintaema, que também está nesta contenda, participou no último dia 24 de reunião com a CGT, Força Sindical, Conlutas no Sindicato dos Metroviários, onde foram definidas algumas ações, como uma audiência com o governador Serra. No dia 27 de abril, centenas de trabalhadores e representantes de todas as centrais sindicais realizaram concentração na Praça da Sé e seguiram em passeata até o edifício Cidade II, onde ficam as sedes da Secretaria dos Transportes Metropolitano e do Metrô, para um ato público. O Sintaema participou e continuará solidário aos companheiros metroviários, que enfrentam mais uma truculência da direção da empresa e do governo estadual. Readmissão dos trabalhadores, já!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo