Prefeitura tenta retomar serviços em Salto de Pirapora

Publicado em 13/03/2006 00:00

Tamanho da fonte:

Trabalhadores estão apreensivos com a situação no município Devido o descaso da Sabesp em relação à renovação de contrato, a Prefeitura de Salto de Pirapora ingressou com uma Medida Cautelar em 1º de março para assumir os serviços de saneamento na cidade. A Sabesp, por sua vez, apresentou recurso no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e conseguiu derrubar a liminar, retomando os serviços no dia 8 de março. O contrato venceu em 25 de fevereiro deste ano, e o Prefeito havia enviado ofício com seis meses de antecedência, mas não obteve resposta da empresa. No dia 1º de março o Executivo Municipal conseguiu liminar garantindo que no período de 30 dias após o vencimento os sabespianos ensinassem o trabalho para os funcionários da Prefeitura, ocasião em que o Sintaema se fez presente para garantir a integridade com os companheiros, que inclusive estão sendo hostilizados pela população, insatisfeita com o abastecimento irregular e os serviços prestados de forma precária por causa da falta de investimentos da Companhia no município. A situação dos trabalhadores continua indefinida, visto que o contrato está vencido e a Sabesp não apresentou proposta de renovação. O Sintaema, que vem fazendo gestões junto aos municípios pela renovação em novas bases repudia esta postura da empresa, deixando a situação chegar a um ponto crítico para a população e para os trabalhadores, onde todos ficam apreensivos e desinformados. É muita desconsideração por parte da Sabesp. Vale ressaltar que o Sintaema esteve em Salto de Pirapora em 2005 primando pela renovação do contrato em novas bases e continuará empenhado nesta tarefa de suma importância para os trabalhadores e os munícipes.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo