Editorial

Publicado em 15/12/2008 00:00

Tamanho da fonte:

Helifax Pinto de Souza, presidente do Sintaema Período Vitorioso É com muita satisfação e forte dose de emoção que me despeço da categoria como presidente do Sintaema. Nos seis anos que cumpri essa tarefa, confesso que aprendi muito no enfrentamento dos desafios, muitos dos quais suplantados plenamente, e outros ainda que estão por ser vencidos. Nesse intervalo de tempo realizamos dois congressos, ambos com ampla representatividade, pautados por intensos debates de idéias, culminando com a aprovação de resoluções que norteiam nossas ações. E nesse mesmo período, realizamos dezenas de assembléias para tratar das mais variadas demandas da categoria, sempre acatando a vontade da maioria. Nossa relação com a base sempre foi primada pelo respeito e pela sinceridade. Todas as vezes que fomos abordados para opinar sobre qualquer assunto, de minha parte, considerei o fator conscientização como o principal, pois vejo que só assim penetraremos no âmago das questões e conseqüentemente saberemos decifrar os melhores caminhos para atingir os objetivos. Friso que foi um período vitorioso para nossa categoria. Mesmo num quadro estadual adverso, onde o governo insistentemente orienta suas empresas a cortar todo benefício que não esteja garantido em lei e a promover demissões de trabalhadores e lideranças sindicais, auferimos conquistas importantes nos terrenos econômico, social, político, institucional e sindical. Acabamos de sair de um processo eleitoral no Sintaema, e a Chapa 1, encabeçada pelo companheiro Rene, que presidirá o sindicato, foi a vencedora. Na próxima gestão cumprirei a tarefa sindical como diretor de base, e assumo aqui o compromisso de contribuir com toda a experiência adquirida para que a classe trabalhadora, em especial nossa categoria, avance nas conquistas, sejam elas de caráter imediato ou no rumo da construção de um novo regime social sem explorados e exploradores, sob o qual o trabalho deixe de ser mero meio de sobrevivência para se transformar em uma necessidade vital do ser humano. O meu muito obrigado pelo apoio e um forte abraço a todos!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo