Continua a perseguição do governo aos trabalhadores

Publicado em 24/09/2007 00:00

Tamanho da fonte:

O governo do Estado continua promovendo o desmonte dos serviços públicos, atingindo os trabalhadores. No último dia 17, mais de 65 funcionários da TV Cultura foram demitidos, entre jornalistas, radialistas e administrativos. De acordo com carta do presidente da TV Cultura Paulo Markun, as demissões fazem parte da inevitável reestruturação da emissora, que, segundo a nota, passa por problemas financeiros. Hoje o governo custeia apenas 50% do orçamento E no Metrô, continua o clima de insegurança, as demissões prosseguem, e os que lá estão precisam ser multifuncionais, exercendo diversos serviços além do atribuído ao cargo. Até quando o governo do Estado vai continuar praticando políticas nefastas à classe trabalhadora, enxugando o já defasado quadro funcional das empresas estatais pela ausência de concursos públicos, pela terceirização deslavada que traz prejuízos aos trabalhadores e à população? O governo vem passando o trator nos trabalhadores, derrubando pessoas com mais de 20 anos de dedicação às empresas, e transformando o patrimônio público em sucata. O Sintaema, que repudia as demissões e se solidariza com os companheiros da TV Cultura e Metrô, esteve no ato público realizado em frente à emissora no dia 19 de setembro, pela suspensão das demissões.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo