Conquistas, tropeços e perspectivas

Publicado em 19/12/2011 00:00

Tamanho da fonte:

Finda 2011 e, apesar de vitórias, muitas aspirações e necessidades de nossa categoria se mantêm no campo das reivindicações, sem que ainda tenhamos condições de dar resposta ou encaminhamento positivo para seu desfecho.

Mantivemos e aprofundamos conquistas, principalmente para os trabalhadores nas Unidades de Conservação, demos passos importantes na resolução da questão da assinatura de nosso acordo coletivo, grande obstáculo durante nossas negociações.

Conquistamos o direito à Sexta-Parte e estamos na trilha para a conquista do Quinquênio. Mais que ratificar nossos direitos, essas modalidades entram no rol dos direitos adquiridos que darão substância à legislação do “empregado público”, condição na qual nos encaixamos.

E tantos outros pontos em que avançamos. Precisamos, porém, nos aprofundar nas questões do administrativo e suas particularidades ,e dar encaminhamento à resolução das diversas pendências que perduram: plano de cargos, piso salarial, salários dignos, aumento das responsabilidades sem o devido retorno profissional, entre outras.

Estamos também experimentando uma nova administração que, conforme disseram, visa promover mudanças radicais na estrutura e nos serviços da Fundação, mas que, no entanto, deixa em segundo

plano, pelo menos até agora, a resolução das necessidades apontadas pelos trabalhadores, que são na prática os que sustentam a estrutura e que promoverão essas mudanças.

De que adianta uma Fundação forte na estrutura ambiental do Estado, se não se investe naqueles que fazem a máquina funcionar, sua engrenagem, sua força motriz: seus trabalhadores. De que adianta uma Fundação com mais recursos se nada será destinado àqueles que realmente fazem o trabalho?

Portanto, temos um caminho a seguir, o da luta. 2012 será um ano de muitas mobilizações e necessitará do engajamento de todos com suas ideias, mas também com atitudes, sem a crítica vazia, com seriedade e responsabilidade, participando de todos os fóruns de decisão, que de forma coletiva determinem o caminho a tomar. Temos muito a conquistar!

Até a vitória, sempre!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo