8 de Março, a constante luta da mulher.

Publicado em 15/03/2009 00:00

Tamanho da fonte:

Embora a participação da mulher no mercado de trabalho tenha aumentado, a queda no índice de desemprego entre as mulheres caiu de 17,8% para 16,5%, enquanto que entre os homens foi de 12,3% para 10,7%, segundo estudos divulgados este mês pelo Dieese e Seade. Os dados ainda apontam que os homens continuam ganhando mais que as mulheres. Esse estudo nos remete à constatação de que a luta da mulher pelo respeito a seus direitos deve ser permanente, e cada vez mais acirrada para que as conquistas sejam consolidadas. No mês de março ocorrem muitas homenagens, atividades e reflexões acerca da condição da mulher, mas, com exceção dos grupos organizados, o assunto logo cai no esquecimento da maioria. Desde o fatídico dia 8 de março de 1857, quando as tecelãs de Nova Iorque foram barbaramente mortas por reivindicarem melhores condições de trabalho, houve muitas conquistas, mas ainda são poucas diante de tantas injustiças que ocorrem diariamente com as mulheres, seja no mercado de trabalho, seja no seu espaço na sociedade, seja em casa, com a violência doméstica. É necessário que a condição da mulher e suas diversas nuanças sejam debatidas com frequência pela sociedade a fim de contribuir para a criação de políticas públicas que melhorem a qualidade de vida da mulher, como a Lei Maria da Penha, que beneficia e protege as mulheres da violência. Infelizmente, ainda temos todo tipo de agressão contra a mulher, mas esse quadro poderia ser pior se não houvesse a Lei. Por isso, vamos continuar engajados e fazer da defesa pela mulher uma constante na jornada de lutas. Ato na paulista Em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o Sintaema e CTB participaram do grande ato unificado na Avenida Paulista, que reuniu cerca de 5 mil manifestantes. Palestra sobre a mulher O Núcleo de Gênero do Sintaema promoverá a palestra “Mulher e Trabalho: desafios da organização flexível das relações de trabalho”, com a professora de História do Direito, especialista em relações de trabalho, pesquisadora e doutora em ciências sociais, Petilda Serva Vazquez. Será realizada no dia 25 de março, às 18h, na Sede do Sintaema.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo