Sintaema está na luta contra o coronavírus!

Publicado em 20/03/2020

Tamanho da fonte:

Assim como toda a população, o Sintaema está na luta contra o Covid-19, o “Coronavírus”, uma pandemia que já causou cinco mortes somente em São Paulo, além dos diversos casos em observação.

Frente esse temeroso quadro e seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde, o Sintaema tomou algumas medidas para preservar a saúde dos trabalhadores da categoria e do próprio sindicato, a saber:

-Suspensão imediata do ato dos trabalhadores da Sabesp que seria realizado em 18 de março;

-Fechamento da Sede do sindicato em 17 de março com reabertura somente no próximo dia 30, conforme primeira avaliação;

-Fechamento da Colônia de férias em 16 de março por 15 dias, conforme primeira avaliação;

-Negociações com a Sabesp para que o maior número de trabalhadores possa fazer trabalho remoto, além dos que têm mais de 60 anos. Foi reivindicado também a suspensão de todas as atividades não essenciais, a restrição máxima aos serviços emergenciais, ou seja, que sejam realizados apenas no limite do que é realmente urgente e necessário.

Graças a essas negociações já conseguimos a dispensa a todos os trabalhadores com doenças crônicas e aprendizes, e foi ampliado o número de trabalhadores que farão trabalho em casa.

-Negociações com a CETESB para que a empresa seguisse o decreto estadual no qual os trabalhadores com mais de 60 anos pudessem fazer o trabalho remoto. A empresa havia anunciado que somente trabalhadores com mais de 70 teriam esse direito. O Sintaema protestou, interveio e a empresa recuou, cumprindo o decreto.

Além disso, o sindicato esteve na empresa na manhã de ontem (19) para atender e resolver os vários questionamentos dos companheiros e companheiras, principalmente aqueles com doenças crônicas que continuam trabalhando e ainda não foram dispensados.

O Rh da CETESB informou que está revendo caso a caso e que já chega por volta de 400 trabalhadores atendidos e que serão dispensados.

Caso de coronavírus na Sabesp

Foi confirmado pela empresa o primeiro caso de coronavírus, na Sabesp da Ponte Pequena. Esta informação, que muito nos preocupa e corrobora com a necessidade de proteger os trabalhadores por meio do afastamento.

O sindicato recebeu a informação de que a Sabesp está comprando uma grande quantidade de notebooks que serão distribuídos para os trabalhadores, inclusive do 195.

Contra essa pandemia que está assolando a todos pela rapidez da disseminação do vírus, o Sintaema está fazendo sua parte para colaborar ao máximo na promoção e proteção da saúde dos trabalhadores da categoria e de seus trabalhadores.

O sindicato vai continuar em negociação permanente com as empresas para que um número cada vez maior de companheiros e companheiras não seja prejudicado e que estes possam fazer o trabalho remoto.

Todos juntos na luta contra o coronavírus!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo