Secretário da Fazenda orienta a suspender as negociações coletivas por causa do Covid-19

Publicado em 27/03/2020

Tamanho da fonte:

O Sintaema recebeu ofício do secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, que também é presidente da Comissão de Políticas Salariais, na data de ontem (26) com a orientação de suspender as negociações coletivas dos trabalhadores estaduais, o que atinge diretamente nossa categoria.

Segundo o secretário, o ofício se baseia nos decretos estaduais e deliberações acerca do Covid-19 em março e em reconhecimento do Estado de Calamidade. O ofício inclusive diz para não renovar os acordos coletivos, salvo se vier nova orientação.

Embora nossa data-base seja maio, e que, portanto, novas orientações podem ocorrer até lá, o Sintaema repudia tal ofício, haja vista que os trabalhadores do saneamento e do meio ambiente estão prestando um serviço fundamental para a sociedade e não podem ser penalizados correndo o risco de ficar sem acordo coletivo.

O sindicato compreende a situação atípica e que exige cooperação mútua, mas não é na conta do trabalhador que esse problema deve ser computado, ao contrário, esse é o momento em que a categoria precisa ser mais valorizada por prestar serviços essenciais à população.

Desde que o governo estadual decretou a quarentena, o sindicato tem feito negociações remotas com as direções das empresas para que o maior número de trabalhadores e no menor período de tempo possível não fique exposto ao coronavírus.

Conseguimos importantes avanços nesse sentido.

Até maio muitas águas vão rolar, vamos continuar sim lutando contra o coronavírus e fazendo nossa parte, porém não vamos admitir que os trabalhadores sejam prejudicados por isso.

Juntos na luta em defesa dos trabalhadores e contra o coronavírus!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo