Sabesp – Campanha salarial: Trabalhadores aprovam greve a partir do próximo dia 15

Publicado em 10/05/2018

Tamanho da fonte:

Ausência de uma proposta leva trabalhadores a decidir por greve depois de três negociações sem avanços e com retrocessos.

Reunidos em assembleia na noite de hoje (10), na Sede do Sintaema, trabalhadores da Sabesp aprovaram greve a partir do dia 15 de maio por tempo indeterminado e uma nova assembleia dia 14 para organizar a greve.

A decisão se deu devido à posição da Sabesp, já que na 3ª rodada de negociação realizada hoje à tarde, além de não avançar em nenhum item da pauta reivindicada pelos trabalhadores e não reconhecer a data-base, a empresa manteve a proposta de retrocessos apresentada anteriormente, como a redução do pagamento das horas-extras e a redução na estabilidade no emprego.

A Sabesp não evoluiu em nada no acordo coletivo, apenas limitou-se a manter as cláusulas sociais e os benefícios, porém não apresentou nenhum índice econômico de reajuste e alegou que isso é devido à transição na presidência da empresa, inclusive pedindo um tempo até a oficialização da nova presidente da Sabesp, Karla Bertocco. Uma nova rodada de negociação está marcada para o dia 16, mas sem uma proposta, é greve dia 15!

“Temos uma assembleia hoje com os trabalhadores, e não temos proposta a apresentar aos companheiros. Vamos esperar o quê? Que a empresa retire nossos direitos?”, desabafou o presidente do Sintaema, Rene Vicente, ao final da reunião com a empresa.

Greve foi aprovada por unanimidade

Quase 400 trabalhadores vindos de várias regiões do Estado participaram da assembleia que aprovou a greve por unanimidade. A assembleia contou com a presença e apoio de companheiros do Sindicato dos Metroviários, Fenatema, APU e Sindicato dos Advogados.

“Deixei bem claro na reunião com a Sabesp: negociaremos com a categoria parada, não aceitaremos nenhum direito a menos, nenhum retrocesso, vamos resistir e lutar!”, enfatizou o presidente Rene.

Sintaema protocola parecer jurídico sobre defender a estabilidade dos associados

Durante a negociação o Sintaema protocolou junto a Sabesp o parecer jurídico favorável à defesa da estabilidade no emprego dos associados do Sintaema, inclusive enviará ofício solicitando a alteração do item 4.9 da pauta de reivindicações entregue à empresa.

A nova redação será no sentido de garantir 100% no emprego para todos os trabalhadores e aposentados sócios do Sintaema, o que também foi aprovado na assembleia.

Depois de cobrança do sindicato, Sabesp apresenta resposta às demandas dos trabalhadores

Nas reuniões anteriores o Sintaema expôs diversas pendências à Sabesp, e a empresa apresentou algumas respostas.

– Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP): serão levantados todos os casos atrasados, inclusive o processo será modernizado com entrada pelo SAP;

-Sobre as diferenças rescisórias de ex-empregados, a Sabesp disse já estar providenciando o pagamento;

– Verba Sesi: por Lei, a partir de 2018 somente será usada para programas corporativos em qualidade de vida, com melhorias no atendimento a medicamentos;

-Criação de GHE específico para o fornecimento de uniformes e EPI’s para alguns trabalhadores de áreas pontuais verificadas pelo sindicato;

-SAP: falhas já estão sendo sanadas com ajustes necessários;

-Banco de oportunidades: em junho próximo estará disponível um novo banco com melhorias e será apresentado aos sindicatos.

Todos na assembleia dia 14!

Frente a esta situação é fundamental que os trabalhadores compareçam à assembleia dia 14 de maio para ratificar a greve e dar encaminhamentos de luta.

Nenhum direito a menos! Juntos na luta!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo