Fundação Florestal | Sintaema se reúne com guarda-parques para ouvir suas demandas e dar encaminhamentos

Publicado em 23/11/2021 13:59

Tamanho da fonte:

O Sintaema se reuniu com os guarda-parques da Fundação Florestal no dia 13 de novembro, ocasião em que nossos estimados companheiros expuseram vários assuntos pertinentes, a começar por suas dúvidas, como sobre a regra do cálculo do quinquênio e sobre a portaria da equiparação salarial que contemplou os analistas.

Também foram expostas as queixas em relação a procedimentos, como quando a Fundação manda um documento ao qual diz que o funcionário que pede para dirigir viatura deve assumir todos os ônus e sem remuneração; ter que pedir autorização para fazer hora extra e o não pagamento de hora extra trabalhada no sobreaviso; perícia médica na qual já vem descrito umidade, ruído e poeira sendo que existem outros pontos como tiro e frio, como exemplos. De antemão o Sintaema propôs pedir um estudo específico ao Diesat sobre essa questão.

Os guarda-parques também colocaram para o sindicato suas necessidades prementes, como a cesta básica que vinha em produtos e hoje vem em espécie no valor de R$ 70,00, sendo que metade é paga pelo trabalhador, inclusive os companheiros já pensam em fazer um abaixo-assinado pela volta da cesta como era antes.

Outra questão levantada pelos companheiros foi para que o sindicato verifique a possibilidade de conseguir o porte de armas para os guarda-parques, porém, a profissão ainda não é regulamentada para isso. O Sintaema vai verificar junto ao seu departamento jurídico a possibilidade de reivindicar a liberação para o uso de arma em trabalho para a defesa, uma vez que lidam constantemente com caçadores e extratores de palmito juçara.

O Sintaema ouviu atento a todas as colocações dos trabalhadores e dará os devidos encaminhamentos, inclusive com mais presença e atuação nas áreas.

Companheiros guarda-parques, o sindicato não medirá esforços para atender suas demandas!
Estamos juntos nesta luta!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo