Falta no trabalho poderá dispensar atestado médico

Publicado em 01/04/2020 13:04

Tamanho da fonte:

Em tempos de coronavírus, o Senado aprovou ontem (31) o projeto de lei 702/20 que prevê a dispensa de atestado médico para justificar a falta ao trabalho por sete dias para os trabalhadores infectados pelo vírus ou que tiveram contato com pessoas infectadas. Porém o empregador precisa ser notificado de imediato. A notícia foi divulgada pela Agência Senado.

O texto já foi aprovado na Câmara e é substitutivo do projeto original do deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) e demais deputados que fazem parte da comissão contra o coronavírus.

Agora o projeto somente precisa ser sancionado pelo presidente Bolsonaro. Neste contexto, presidentes de outros países estão sendo proativos e agindo com rapidez diante da gravidade do vírus.

Porém, no Brasil, o presidente insiste em protelar medidas eficientes no combate à pandemia, como por exemplo, a sanção da renda cidadã emergencial. Insiste em negar o óbvio, e isto só agrava a situação para os brasileiros.

Esperamos que o presidente tenha mais ação e rapidez em um momento de crise mundial.

Todos juntos na luta contra o coronavírus!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo