Não à privatização do saneamento | Vitória dos trabalhadores: Plano Mansueto não será votado!

Publicado em 08/04/2020 19:26

Tamanho da fonte:

Graças ao empenho da Liderança da minoria e da bancada da oposição da Câmara federal, o Plano Mansueto, que estava com pedido de urgência na pauta, não irá mais à votação enquanto durar a pandemia. O Plano de socorro às contas dos Estados traz em seu conteúdo a privatização das empresas de saneamento como uma das condições para a ajuda.

O Sintaema, bem como a Fenatema, FNU e as demais entidades envolvidas que lutam contra a entrega dos setores públicos para a iniciativa privada apoiaram este movimento no parlamento, e juntos, os deputados da oposição lutaram e conseguiram um acordo na bancada dos líderes suspendendo assim mais esta ameaça de privatização disfarçada de boa intenção.

Ao que tudo indica, a Câmara vai optar por textos que apontam a recomposição do ICMS e abertura de linhas de financiamento como melhores formas de garantia para o auxílio emergencial aos Estados.

Vale ressaltar que o Plano Mansueto poderá voltar à pauta no segundo semestre, quando passar esse período mais crítico, e as frentes que lutam contra a privatização estarão atentas para que enfrentar e combater esta tentativa de entrega do patrimônio público.

No momento, esta é uma vitória dos trabalhadores!

Juntos em defesa do saneamento público, juntos na luta contra o coronavírus!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo