Sintaema fala à Comissão de Meio Ambiente sobre a Fundação

Publicado em 18/12/2013 00:00

Tamanho da fonte:

 Na audiência pública último dia 12, na ALESP, o Sintaema esteve presente e houve um destaque para o movimento contra a privatização dos parques estaduais, o PL249/13.


Vários membros da sociedade civil criticaram este projeto, e durante as falas, o diretor Hilton do Sintaema se manifestou contra este projeto e cobrou mais respeito com os trabalhadores da Fundação Florestal, na questão do reajuste que está atrasado.
Embora tenha sido poucos minutos, durante a audiência o sindicato distribuíu documentos de protesto contra esta política de descaso com os funcionários e com o Meio Ambiente.
Para perplexidade nossa, o secretário do Meio Ambiente respondeu à nossa pergunta:

" Isto é apenas uma posição política, nós respeitamos e estamos fazendo a nossa parte como governo". Esta frase resume o descaso com o patrimônio público, com os funcionários e com o próprio Meio Ambiente.
Estavam lá também, o diretor da Fundação Florestal, e cobramos deste uma postura mais diligente para resolver a questão;
A resposta do Diretor, Sr Olavo:
"Estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance, e aguardamos a Secretaria da Fazenda para cumprir o decreto publicado do Diário Oficial."

O Sintaema insistiu com o diretor para terminar o mais breve este processo do reajuste, e disse a ele que esse atraso é fazer pouco caso com os trabalhadores, e que estes não têm culpa do atraso e da burocracia do Estado.

Cobramos uma posição diferenciada para esta questão do reajuste, iniciando o processo antecipadamente em 2014, e o diretor assumiu um compromisso de iniciar o processo do reajuste já em fevereiro de 2014, portanto, bem antes da data base, em maio.
Vale ressaltar que o atraso acontece por conta da morosidade do Estado em resolver suas burocracias inúteis.
Apesar do Decreto do governador que já está assinado, isto prova que o governo do Estado está perdido no seu mar de burocracia, sem contar que a Secretaria está atropelando o chefe do Executivo quando não cumpre o decreto do diário oficial.
Uma clara demonstração de descaso quando o assunto não é uma grande obra, ou grande inauguração, não é show de mídia televisiva. Talvez seja por isso que o aumento não sai.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo