Sabesprev – Unidade e luta pelo Plano Previdenciário

Publicado em 03/11/2009 00:00

Tamanho da fonte:

Mostrando união e mobilização, o Fórum das Entidades reuniu cerca de 500 participantes da Sabesprev no Sindicato dos Eletricitários em defesa pelo plano previdenciário. Além de representantes de todas as entidades participantes estiveram presentes os deputados Samuel Moreira e Rodolfo da Costa e Silva (PSDB). Também manifestaram apoio à causa através de mensagens os deputados Pedro Bigardi (PCdoB), Zico Prado (PT), Davi Zaia (PSB) e Campos Machado (PTB). Todos os representantes expuseram suas preocupações com o futuro do plano e a indignação com a Sabesp por não ter agido antes, e agora apresentar a fatura do déficit para os trabalhadores pagarem, justo eles que sempre cumpriram com suas obrigações perante a Sabesprev. O conselheiro Robson Ramos Branco abordou o histórico do déficit, lembrando bem que desde 2002 os conselheiros eleitos vêm alertando a Sabesp sobre o problema e cobrando uma solução negociada, além de frisar que, diferentemente do que foi pregado como “paritário”, a empresa sempre pagou menos do que deveria, principal motivo que gerou o déficit. Esta informação veio à tona somente quando os conselheiros eleitos passaram a fazer parte do Conselho. O consultor Keyton Pedreira, contratado para assessorar o Fórum na elaboração da proposta alternativa também participou do ato e, através de seus estudos, confirmou que a Sabesp tem condições de dar um incentivo bem maior no pagamento do déficit. No ato, o Fórum encaminhou e deliberou a permissão para ingresso de ação judicial, a representação na Assembleia Legislativa através dos deputados, a passeata e a entrega do documento com as principais reivindicações, como o pagamento total do déficit, a renda vitalícia e a garantia do benefício em caso de morte ou invalidez. Após o ato, os manifestantes fizeram uma passeata até a Secretaria da Fazenda, onde protestaram contra a ingerência do Codec e do governo Serra, e uma comissão protocolou o documento. Sem dúvida, o protesto foi uma grande demonstração de união e mobilização, um exemplo onde os participantes deixaram claro que estão dispostos a lutar pelo plano previdenciário conquistado com muita garra pelos trabalhadores. Avaliação do ato foi positiva O Fórum das Entidades se reuniu no último dia 28 e avaliou como positivo o impacto do ato, tanto pela significativa participação dos trabalhadores quanto pela abrangência da passeata e protesto. A reunião teve a participação do advogado Dr. Ricardo de Castro, que fez uma breve avaliação da proposta enviada pela Sabesp à SPC, concluindo que ao não garantir renda vitalícia, a proposta converte o plano previdenciário em uma poupança programada. Paralelo à busca por uma solução negociada o Fórum estuda a viabilidade de uma ação judicial para garantir os direitos dos participantes e assistidos. Vale ressaltar que no dia 27 foi protocolada ao governador a carta contendo as reivindicações do Fórum, com cópia para vários parlamentares, representantes da Sabesp e secretários estaduais.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo