Sabesprev

Publicado em 17/05/2010 00:00

Tamanho da fonte:

O auditor contratado pelo Fórum das Entidades participou da reunião de negociação do dia 13 na Sabesp e cobrou uma resposta formal da empresa sobre a proposta elaborada pelas entidades, além de informar que em 1998 a participação da empresa na Sabesprev foi de 2.10%, ou seja, 1% a menos do que deveria ser o aporte. Os representantes da Sabesp se comprometeram a trazer as respostas para a próxima reunião. Plano de sucessão e carreira: mais um paliativo da Sabesp Em vez de se fazer um Plano de Cargos e Salários decente para os trabalhadores, a Sabesp fez um malfadado plano que não gerou qualquer expectativa de ascensão, e agora aparece com o “plano de sucessão e carreira”, voltado apenas para universitários e que, ao final de todas as etapas superadas, promoverá 120 trabalhadores ao cargo de gerente. Não é isso que os trabalhadores querem, o que todos almejam é um plano de cargos que seja justo, funcional e que de fato consiga atingir o conjunto, que tenha ferramentas para que os trabalhadores possam galgar degraus de ascensão. Mas a Sabesp insiste em planos falhos, que nascem mortos ou que não estimulam os companheiros. Não concordamos com os planos e continuaremos lutando por um verdadeiro Plano de Cargos e Salários. Audiência da PLR 2009: sem avanços Conforme decidido na audiência sobre a greve no TRT, representantes dos sindicatos e da Sabesp se reuniram no dia 10 de maio para negociar sobre a questão da PLR, com mediação do Tribunal, mas a empresa não apresentou nenhuma proposta. As entidades expuseram ao mediador a ausência de discussão sobre as metas, frisando inclusive que algumas não dependem do trabalhador, como a renovação de contratos, por exemplo. O TRT sorteará um relator para o processo para que seja julgado, o que pode acontecer antes do dia 20, data em que está marcada e mantida a próxima audiência no Tribunal.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo