Greve a partir do dia 4!

Publicado em 02/06/2014 00:00

Tamanho da fonte:

Trabalhadores querem que a empresa os valorize mais aumentando o índice de reajuste salarial que está aquém das expectativas. Nova assembleia dia 3.

Em assembleia no último dia 27 os trabalhadores e trabalhadoras da CETESB aprovaram por unanimidade entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia 4 de junho.
Os trabalhadores não aprovaram a proposta da empresa e querem aumento no índice de reajuste salarial. O Sintaema acredita que a CETESB tem condições de valorizar os trabalhadores. Estamos às vésperas do Dia Mundial do Meio Ambiente e não é possível que a CETESB/governo estadual não tenham consciência da importância dos trabalhadores para preservar e defender o meio ambiente no Estado.
Embora tenha havido importantes avanços nas duas últimas rodadas, o que a CETESB propõe ainda é insuficiente, é preciso melhorar.
Vale ressaltar a presença do presidente da Câmara dos Vereadores de Osasco, Toniolo, que apoiou o pleito e se colocou à disposição dos trabalhadores.

Confira como ficou a proposta final, resultado das negociações dos dias 20 e 23 de maio, e que não foi aprovada:
• 5,20% (IPC-FIPE) de reajuste salarial;
• 6,28% de reajuste no auxílio-creche, passando para R$361,82;
• 6,28% de reajuste no piso salarial, passando para R$1.165,28;
• 6,28% de reajuste no vale-refeição, passando para R$558,21 (R$24,27 cada);
• 6,28% de reajuste na cesta básica, passando para R$195,56;
• 6,28% de reajuste sobre o auxílio-excepcional, passando para R$723,64;
• 6,28 de reajuste sobre a parte fixa da gratificação de férias, passando para R$ 1.165,28;
• Ampliação de 23 para 24 vales-refeição;
• Ampliação para 96% no índice de garantia no emprego.

É fundamental que os trabalhadores e trabalhadoras participem da assembleia amanhã para avaliarmos o quadro e decidir sobre os rumos da campanha salarial.

Participem!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo