Continua a luta dos aposentados

Publicado em 15/05/2005 00:00

Tamanho da fonte:

Após um mês de insistência, o Sintaema juntamente com as demais entidades e os deputados Nivaldo Santana e Zico Prado, conseguiu arrancar uma audiência com o Secretário José Goldemberg para cobrar uma postura sobre a questão dos aposentados da ativa na Cetesb, que foi realizada no dia 10 de maio, logo após a assembléia. Na oportunidade o Secretário colocou que não aceitará nenhum tipo de exugamento no âmbito do Sistema de Meio Ambiente, embora ache que alguma renovação é necessária. As entidades solicitaram que o compromisso de não enxugar o Sistema fosse feito por escrito, momento em que o Secretário sugeriu uma entrevista para os sindicatos e a Assessoria de Imprensa dos Deputados, a qual foi agendado para o próximo dia 23. Esperamos que o Secretário cumpra com sua palavra e não permita o desmonte da Cetesb e consequentemente do Sistema de Meio Ambiente. Reunião dos aposentados No dia 11, com a presença do deputado estadual Nivaldo Santana, foi realizada uma reunião com o Sintaema, CRF, AAPP, SEESP, ASEC e os aposentados da ativa. Foi colocado em pauta o Parecer da PGE Procuradoria Geral do Estado n.102/2005 13/04/2005, o qual o Sintaema recebeu uma cópia no dia 10/05. O Departamento Jurídico do Sintaema avaliou que o parecer não traz nenhuma novidade, já que ratifica o parecer de 2001, e que a decisão caberá única e exclusivamente à Direção da Cetesb, uma vez que o parecer não recomenda a demissão desses trabalhadores e a Cetesb, mesmo com o parecer de 2001, continuou mantendo os aposentados em seu quadro. O Sintaema e as demais entidades continuarão monitorando o Ministério Público da Cidadania e as ações da Direção da Cetesb e avaliarão a possibilidade de ingressar com medidas judiciais. Assédio Moral Chegou ao nosso conhecimento a informação de que alguns gerentes da Diretoria de Gestão Corporativa estariam praticando ASSÉDIO MORAL com os trabalhadores aposentados daquela diretoria, informando que os mesmos já tinham até data para serem demitidos. O SINTAEMA conversou com o Diretor Alaor Lineu Ferreira, que desmentiu que tenha dado qualquer orientação para os gerentes sobre o assunto e reafirmou o compromisso da Direção da Cetesb em não tomar qualquer atitude ou decisão sem antes conversar com as entidades representativas dos trabalhadores. É lamentável que num momento difícil como este alguns gerentes insistam em tratar seus funcionários de forma tão cruel. O Sintaema exige que a Direção da Companhia oriente seus gerentes a não praticar atos como este, sob pena desses atos serem objeto de ações contra a Cetesb na Delegacia do Trabalho.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo