TRT apresenta proposta e pede suspensão do indicativo de greve até a próxima audiência

Publicado em 06/06/2019

Tamanho da fonte:

O Sintaema e demais sindicatos se reuniram com representantes da CETESB em audiência no Tribunal Regional do Trabalho – TRT, na tarde de hoje (6) para tratar do acordo coletivo dos trabalhadores, uma vez que de forma unilateral a empresa cancelou as negociações.

Em assembleia no último dia 30 os trabalhadores aprovaram greve a partir do dia 11 se não houvesse proposta.

Na audiência, o advogado do Sintaema, Dr. Ricardo Gebrim, defendeu o acordo e colocou as demandas dos trabalhadores.

A empresa, por sua vez, expôs as dificuldades encontradas por causa da dependência da empresa de recursos do Tesouro e prazo para aprovação do Comitê de Políticas Salariais-CPS.

Frente a impossibilidade de acordo no momento, o TRT propôs:

-Reajuste salarial de 4,99% (IPC-Fipe) e sobre os benefícios, retroativo a maio;

-Manutenção das cláusulas sociais do acordo anterior com prorrogação por mais 4 anos;

-Estabilidade no emprego para todos os trabalhadores por 90 dias a partir do julgamento do dissídio.

A proposta do TRT está condicionada a suspensão do indicativo de greve até a próxima audiência, já que a CETESB precisa do aval da CPS para aprovar proposta ou trazer uma contraproposta.

-Nova audiência dia 13 de junho, às 17h.

O Sintaema e demais sindicatos concordaram em aguardar a próxima audiência e informaram que levarão a proposta em assembleia, mantendo o “estado de greve”.


Clique aqui e confira a Ata da Audiência


Todos na assembleia dia 10! A luta continua!

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo