Sintaema inicia negociação com a Sabesp

Publicado em 05/05/2016 17:12

Tamanho da fonte:

No dia 5 de maio foi dada a largada para as negociações da campanha salarial dos sabespianos. Nessa primeira rodada a empresa, na figura do diretor Manuelito Magalhães e outros membros da diretoria, reconheceu a data-base de maio e ouviu as expectativas do Sintaema e demais sindicatos, informando que “há mais concordância do que divergência” nas reivindicações apresentadas, um alinhamento de ideias e que a empresa está sensível ao pleito.

destaque_1_reuniao_negociacao_sintaema_e_sabesp_05_05_2016

“Esta é a primeira negociação oficial, mas quero deixar claro que existe uma mesa permanente para discussões por todo o ano, inclusive com avanços em questões pontuais”, informou o diretor da Sabesp.

img_1_reuniao_negociacao_sintaema_e_sabesp_05_05_2016

O presidente do Sintaema, Rene Vicente, pontuou algumas questões que acredita serem essenciais nesta campanha. Além da garantia no emprego e reajustes, o presidente frisou a manutenção das conquistas, principalmente o PPR, visto que há empresas que vão suspender esse programa. Também pediu que a Sabesp aprofundasse a discussão em torno de melhorias no Plano de Cargos e Salários e resolva os problemas dos planos de saúde e previdenciário da Sabesprev. Nesta última questão, o presidente Rene Vicente expôs sua preocupação maior devido ao cenário político nacional crítico e indefinido.

O plano de saúde é um benefício importantíssimo para os trabalhadores, a empresa precisa rever a coparticipação”, disse o presidente. “Também se faz urgente uma alternativa para os companheiros aposentados. Os trabalhadores se aposentam e não conseguem continuar no plano por questões de valores, temos que resolver isso, talvez como a criação de um fundo, por exemplo.”, ressaltou.

imeg_1_reuniao_negociacao_sintaema_e_sabesp_05_05_2016_1

O presidente, demais diretores e sindicatos também colocaram outras importantes reivindicações, como o reajuste do vale-refeição e alimentação, o aumento das partes fixa e variável da gratificação de férias e a recuperação do ATS.

Confira o que a Sabesp disse sobre os questionamentos do Sintaema e demais entidades na reunião:

Plano previdenciário: ainda não se conseguiu equacionar alguns problemas, mas a empresa vem avançando e pediu um prazo para resolver a questão. Citou a ação ingressada pelos sindicatos em 2010, e que tem intenção de negociar com as entidades para manter o que foi acordado no final de 2011: incentivos para a migração no plano Sabesprev Mais no sentido de não prejudicar a sustentabilidade do plano previdenciário. Vale lembrar que a ação ainda corre na Justiça e está favorável à Sabesp;

Plano de Saúde: O modelo não se sustenta mais, é preciso ter clareza da necessidade de se formatar um novo plano, num modelo sustentável;

Plano de Saúde dos aposentados: existe um esforço por parte da empresa em diminuir os impactos para os aposentados, porém segue a mesma linha de se ter um plano equilibrado, com mecanismos para funcionar de forma equilibrada pelo menos pelos próximos 10 anos. De acordo com o diretor, a Sabesp quer resolver estes problemas se possível ainda este ano;

Plano de Cargos e Salários: A Sabesp reconheceu que está chegando o momento de rediscutir o PCS, que já existe há quatro anos, avaliar os desafios da atualidade para pensar e discutir de forma coletiva em um novo modelo de plano;

Concurso Público: Ressaltou que a Sabesp é uma das poucas empresas públicas que está contratando e que houve a admissão de 624 concursados. A empresa tem intenção de continuar sua política de concursos públicos;

Transferências: Admitiu que a política de transferência não ocorre de forma satisfatória, que hoje o acerto é feito entre gerências e às vezes dá certo, outras não. Informou que a empresa está sensível a este problema e que estudará ferramentas para consertar estas deficiências;

Ao final da primeira rodada foram apresentados os dados da Pesquisa Anual de Satisfação de Clientes feita entre 5 de novembro a 17 de dezembro de 2015, na qual o índice geral, levando em conta a crise hídrica, foi de 74%. A pesquisa completa está na página da Sabesp: www.sabesp.com.br

Quanto a este ponto foi colocado pelos sindicatos a possibilidade de se acompanhar as pesquisas se elas fossem feitas mensalmente, já que a pesquisa influi significativamente no PPR. A Sabesp informou que estudará esta sugestão.

 

Calendários das negociações:

As próximas reuniões com a Sabesp serão nos dias 5, 10, 12, 17 e 19 de maio, na Ponte Pequena. Com exceção do dia 10, quando a reunião será às 14h30, as demais rodadas serão sempre às 9h30.

Vamos lutar juntos!
Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo