S.O.S. Saúde! O Plano de Saúde pede socorro!

Publicado em 24/06/2015 15:05

Tamanho da fonte:

No último dia 24 as entidades representativas e os conselheiros se reuniram no SINTAEMA/SP para discutir os planos de saúde da Sabesprev que estão apresentando problemas e despertando a atenção dos conselheiros e sindicatos

Sabesprev_reuniao_sintaema_690_zyon

No último ano, conforme dados apresentados pela Sabesprev, o déficit foi de R$ 63,7 milhões, ou seja, a Sabesprev gastou mais do que arrecadou das contribuições dos trabalhadores e da patrocinadora Sabesp. No ano de 2015, conforme apuração dos conselheiros, a média mensal do déficit, entre gastos e o que arrecada, está girando em torno de R$ 4 milhões. Esta situação é extremamente complicada, e diante deste fato o SINTAEMA/SP convoca os trabalhadores da Sabesp para somar forças em defesa deste benefício que atende a todos os trabalhadores sem distinção alguma e é considerado o melhor benefício.

Vamos pautar este assunto nas setoriais, cobrar da Sabesprev maior controle e gestão dos planos de saúde e averiguar se esta situação se dá por falta de gerência dos administradores da Sabesprev ou abuso do “mercado” da saúde do qual somos reféns, além de cobrar uma reunião com urgência com a presidência da empresa. A Sabesp também é responsável e deve zelar pela saúde de seus trabalhadores.

Conforme acertado no acordo coletivo, vamos de imediato montar uma comissão de forma paritária com a participação das entidades, conselheiros, Sabesprev e Sabesp para o detalhamento da situação e o debate para a busca de soluções conjuntas a curto e longo prazo. Isto inclui a resposta em relação ao estudo feito pela FIPE em busca da construção de um plano de saúde para os trabalhadores aposentados e aos que se aposentarão um plano de saúde digno e acessível.

Este assunto diz respeito a todos os trabalhadores, do operacional ao administrativo e gerencial, a responsabilidade é de todos, não sabemos o dia de amanhã e a Sabesprev poderá tomar medidas que penalizem os trabalhadores, o que não admitiremos! Portanto, todos à luta em defesa da saúde dos trabalhadores da Sabesp.

Depoimentos:

Adilson Jacinto Barboza, Vice-presidente do SINTAEMA/SP e membro do Conselho Fiscal da Sabesprev:

Os planos Sabesprev são, em minha opinião, os maiores benefícios oferecidos à nossa categoria, sem sombra de dúvidas. O plano de saúde PLENO, em especial, nos dá um atendimento de excelência como poucos planos de saúde oferecem, pois atende na mesma rede desde o mais simples trabalhador ao mais alto diretor. A situação atual do plano requer algumas medidas para que ele se mantenha financeiramente sustentável, e nós, como conselheiros e diretores sindicais vamos analisar e acompanhar com afinco todas as alternativas possíveis para que nosso plano de saúde mantenha a qualidade de serviços oferecidos até hoje, sem que isso venha onerar o bolso dos trabalhadores.

Hilton Marione dos Santos, diretor do SINTAEMA/SP e suplente do Conselho Deliberativo da Sabesprev:

Nas reuniões dos conselhos estão sendo cobradas novas formas de gestão, com o objetivo de evitar os prestadores abusivos. Estamos cobrando que os contratos sejam revistos para evitar contratos genéricos, que colocam tanto as operadoras dos planos quanto os usuários em situação difícil, inclusive com aqueles intermináveis formulários para assinar. Neste momento de dificuldade é preciso que todos se unam em torno deste ideal, que é coibir os abusos dos prestadores de serviço de saúde, através das denúncias. Um controle mais rígido dos contratos e das listas de utilização, retorno aos trabalhadores que denunciam abusos, e um aporte maior de recursos financeiros nos planos por parte da patrocinadora, a Sabesp, são os principais pedidos. Manter o plano de saúde é uma obrigação da empresa, que através do plano cuida da sua maior riqueza: seu quadro funcional! Sugiro ainda que a patrocinadora aporte recursos para que, mesmo em caráter excepcional, mantenha o bom nível de atendimento a que nosso público sabespiano merece e tem contado neste anos, e que não deve ficar à mercê do faminto mercado que a saúde privada se transformou no Brasil.

Miguel Ângelo Ferreira Teixeira, diretor do SINTAEMA/SP e membro do Conselho Deliberativo da Sabesprev:

Todos os planos de saúde da Sabesprev vêm apresentando déficit mensal (arrecadação menor que as despesas). Já atingimos a margem de insuficiência financeira, isto é muito grave. Os usuários precisam utilizar adequadamente os serviços prestados, a Sabesprev precisa ter controles internos mais eficientes e praticar uma gestão melhor e a Sabesp precisa fazer um aporte financeiro condizente com os aumentos dos custos médicos. Não podemos restringir o uso dos planos com medidas, sejam elas quais forem! Resumindo: precisamos urgentemente sentar à mesa de negociação com a empresa e corrigir os problemas financeiros, de controles e de gestão dos planos de saúde. Vamos à negociação, Sabesp!

Juntos na Luta!
Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo