Privatização mata!

Publicado em 09/04/2019

Tamanho da fonte:

O Sintaema participou no dia 9 de abril da audiência pública na Alesp sobre a inclusão de “sociedades por ações” para as empresas públicas Dersa, Emplasa, Imesp, Prodesp, Codasp e CPOS, ou seja, o desmonte do poder público no Estado.

Todos os representantes dos trabalhadores destas empresas que estão na mira do governo privatista foram unânimes em contestar essa intenção de vender tais empresas, uma vez que são empresas que não são deficitárias, dão lucros à economia e prestam bons serviços ao que se propõem.

A privatização dessas empresas que prestam serviços há décadas à sociedade significa aumento de tarifas, demissões de trabalhadores qualificados e precarização da mão de obra. Se existem problemas, os maus gestores públicos devem ser cobrados.

Foi destacado ainda na audiência que muitos serviços não podem sair do controle do Estado. Frente a toda esta tentativa de entrega das empresas públicas do Estado, foi protocolado um ofício para que o governador Doria e o secretário Meirelles compareçam à assembleia para explicar os motivos dessas “sociedades por ações”.

Vale ressaltar que a audiência contou com a participação e apoio de vários parlamentares, entre eles Leci Brandão (PCdoB) e Carlos Giannazi (PSOL), entre outros.

Vamos continuar na luta juntos com os companheiros dessas empresas e pela não privatização dos serviços essenciais.

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo