Cetesb – Trabalhadores dizem não às horas excedentes

Publicado em 12/04/2016 16:02

Tamanho da fonte:

Em assembleia realizada na manhã de hoje em frente à sede da Cetesb os trabalhadores decidiram por ampla maioria não implantar o banco de horas na empresa.

O Sintaema é contra esta modalidade e esclareceu aos trabalhadores sobre os prejuízos causados por esta prática, inclusive fez um boletim específico sobre o tema (ver página do sindicato www.sintaemasp.org.br).img_trabalhadores_dizem_nao_as_horas_excedentes_2Há anos o sindicato e o CRF vêm discutindo esse assunto devido à sua complexidade e polêmica, e agora, depois de muita polêmica, os trabalhadores não aprovaram a implantação da modalidade.img_trabalhadores_dizem_nao_as_horas_excedentes_1Entre os vários motivos expostos no boletim, podemos citar o seguinte: “A existência de um mecanismo como o previsto no Banco de Horas afeta as condições biológicas e a saúde física do empregado, que necessita de uma limitação na jornada digna de trabalho para não ser explorado e ter seu tempo de descanso, além de evitar doenças causadas por excesso de trabalho e acidentes de trabalho”.

Parabéns pela consciência, juntos na luta!
Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo