Ato em apoio ao ex-presidente Lula

Publicado em 22/02/2016 14:03

Tamanho da fonte:

O Sintaema esteve presente no ato que reuniu centenas de manifestantes em apoio ao ex-presidente Lula no dia 17 de fevereiro em frente ao Fórum da Barra Funda. Lula e dona Marisa Letícia prestariam declarações sobre o apartamento triplex, no Condomínio Solaris, no Guarujá. Mas o depoimento foi suspenso por uma decisão do Conselho Nacional do Ministério Público em atendimento a uma representação do deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP). O parlamentar acusa o promotor Cássio Cesarino de ter feito um prejulgamento de sua decisão, ao dar entrevista a uma revista de circulação nacional, antes de ouvir os depoimentos.

Sintaema no ato pro Lula - 22-02-2016

Mesmo com a suspensão do depoimento centenas de manifestantes se reuniram em frente ao Fórum em São Paulo para prestar solidariedade ao ex-presidente.
O ato seguia pacífico, até que um pequeno grupo passou a lançar provocações e agressões aos manifestantes, tentando inclusive inflar o boneco com a imagem do ex-presidente.
Organizada pela Frente Brasil Popular (que reúne mais de 60 entidades dos movimentos sindical e social, além de forças políticas do PCdoB, PT e PDT), a atividade reuniu também manifestantes de outros estados, como Mato Grosso e Rio de Janeiro.
Os manifestantes pró e contra Lula foram separados por grades e por policiais militares. Em maior número os militantes dos movimentos sociais e sindical usaram um carro de som para fazer críticas às investigações contra o ex-presidente e à atuação dos meios de comunicação.

Ato pro Lula - 22-02-2016“Convocamos esse ato em defesa do ex-presidente Lula que está sendo acusado injustamente. O grande crime que ele cometeu foi tirar 50 milhões de pessoas da linha pobreza, criar o programa Minha Casa Minha Vida, o Universidade para todos. Isso a burguesia não aceita. Aqueles que não concordam com a derrota nas urnas, tentam agora impedir que o presidente volte em 2018, para continuar dar continuidade ao avanço iniciado em 2002, que tirou o Brasil do patamar de lama. Queremos garantir esse avanço e vamos continuar nas ruas em defesa do país, da democracia e do projeto que defendemos para o Brasil”, ressaltou Onofre Gonçalves, presidente da CTB São Paulo.

Fonte: Portal CTB

Compartilhe agora com seus amigos
TwitterFacebookWhatsApp

Voltar ao Topo